Ervas Finas Frescas

Design sem nome (1)

As ervas frescas podem realçar ainda mais o sabor dos seus pratos. Seja em um toque especial ou até uma surpreendente surpresa no seu paladar, as ervas podem ser um coringa na cozinha.

Venha conferir o que reunimos sobre essas plantas tão aromáticas para deixar seu prato ainda mais saboroso.

 

Manjericão

Pode ser usado na preparação de pizzas, omeletes, saladas, massas, assados, molhos, sopas, queijos, carnes. No tempero de berinjela, pimentão, sopa de tomate, recheio para frango, peru, vitela e vinagrete. Pode ainda servir de tempero a frutos do mar e ensopados. Sua “alma gêmea” na culinária é o tomate. Deve ser acrescentado quando o prato estiver bem no fim, pois perde o sabor com o calor.

 

Tomilho

Uma das ervas mais básicas, versáteis e usadas com grande frequência. O sabor do tomilho é muito sutil e bastante sec. Fica ótima se acrescentada a receitas de frango e carne bovina grelhadas. Suporta muito bem tempos de cozimento logos, e portanto, vai bem em cozidos. Marinados para carnes e azeitonas. Pratos com tomate e queijo. Molho de tomate, omeletes e ovos mexidos, feijão de todos os tipos.

 

Manjerona

A manjerona tem um perfume agradável e vai ajudar a remover aquele cheiro forte de certas carnes e cortes de frango. Seu uso pode ser desde aromatizar saladas simples, como temperar carnes, peixes, frangos, guizados, tubérculos, molhos e até em pizzas. Uma ótima opção para substituir o orégano e o tomilho, porém lembre-se de adicionar no final do preparo para que as folhas não percam seu sabor com o calor.

 

Sálvia

Seu sabor sem cozimento não costuma agradar portanto não é indicada para temperar saladas e pratos crus. O gosto da sálvia combina bem com carne, especialmente as mais gordurosas. Carne de porco, de boi, frango e outras aves ficam ótimos com um toque de sálvia. Combina também com cebola, queijo e abóbora. Usada para criar um molho para massas juntamente com a manteiga, recheio de frangos e perus, para temperar linguiças e também é usada com cebolas caramelizadas.

 

Alecrim

O alecrim é geralmente um tempero usado em pratos com tempo de cozimento mais longo. Um dos usos mais comuns do alecrim é temperar carnes para assar. Entre elas, o alecrim combina com carne de boi, frango, carne de porco e até de cordeiro. Agrega sabor a sopas e guisados, batatas assadas, pães como focaccia, tortas e cozidos. Você também pode usar os talos de alecrim para grelhar vegetais. Combina com tomates, espinafre e cogumelos.

 

Orégano

O orégano é uma erva suave e macia. Com o seu forte sabor, combina bem com carnes vermelhas, vegetais cozidos lentamente e pratos de massas. Ele também faz parte de uma grande quantidade de receitas clássicas italianas como pizza, calzone, espaguete e almôndegas. Combina muito bem com tomates e é um ótimo tempero para carnes e legumes com sabores dominantes, como: pimentão, abobrinha, brócolis, couve-flor, berinjela e cordeiro. O seu sabor, ligeiramente amargo, não combina com alimentos de sabor delicado.

 

Deixe um Comentário





Mais conteúdos

Aproveitamento integral dos Alimentos. O que fazer com talos, cascas e folhas?

O aproveitamento integral dos alimentos é um assunto que está cada vez mais ocupando o dia a dia das pessoas..

Como calcular a quantidade certa de churrasco por pessoa

É preciso planejamento e estratégia para fazer um bom churrasco e não faltar nada para os seus convidados. Além das.

Entenda sobre a arte de fazer a famosa carne desfiada de porco (Pulled Pork) ao estilo americano

O estilo norte americano de fazer churrasco tem se destacado cada vez mais no cenário brasileiro. A técnica de defumação.

Brócolis – Tá na Época

O brócolis é um alimento super nutritivo que contém fibras, proteínas e vitaminas A, C, E e K, além de.

Por que cortamos legumes e verduras em cubinhos?

O corte em cubos pequenos é conhecido como brunoise na gastronomia profissional e facilita muito o dia- a-dia na cozinha,.

Sal Rosa do Himalaia – 5 Benefícios para o Corpo

De todos os tipos de sal, o rosa do Himalaia é o mais completo e nutritivo. Por não passar pelo.